O rio desse porto é molhado de saudade

minha querida,
tão querida que tu és
e não é modo de falar
é carinho o que eu sinto por ti
carinho e admiração sempre

tu és tudo o que não consigo ser
e um pouco do que tem em mim
por isso te agradeço por tanto aprendizado
e troca de opiniões sobre os amores dessa vida

minha amiga,
que tu cantes, cozinhes, ames, viajes, te divirtas!
não percas nem um segundo que tu tens
porque a vida é muito frágil, é muito breve e muito pouca
perto dessa felicidade que irradias todo dia
para qualquer um que passa por ti

e ri!
que o teu sorriso alegra os olhos de quem vê
alegra a vida de quem te sente
e alegra o coração daqueles te amam
e estão contigo sempre que podem

Portugal agora veste um coração enorme que é só teu
e o Rio fica com um pedacinho dele que tu deixaste aqui
bem nas areias da praia, que sempre lembra de ti
todas as manhãs

mesmo de tão longe
eu sempre vou fazer questão
de me fazer perto de ti
e de te entregar todos os meus
sentimentos e pensamentos bons

a minha torcida é enorme
pelo teu crescimento e pela tua maturidade
é assim que se constrói a vida
pouco a pouco aprendendo sempre
a ter uma amizade igual a tua

obrigada por tanto compartilhamento
por tanta verdade e tanta graça
que tu trazes ao meu dia sempre que conversas comigo

a distância é grande
mas o mundo é tão pequeno
perto do que nós ainda não conhecemos
que qualquer dia estaremos juntas de novo
e vou poder te dar o abraço desse e de tantos outros aniversários

por ora escrevo essas palavras em tua homenagem
por fazer minha vida mais feliz

Eu tento, mas eu não sei ser outra coisa

um amigo me disse que das últimas pessoas que ele conheceu
eu fui a única que contei minha vida inteira para ele
como se ele tivesse chegado em casa e encontrado um livro aberto
praticamente com vento próprio para virar as páginas
sem esforço algum de outrem
eu, surpresa, não soube explicar o porquê
só disse que ia mudar

eu sempre me apresentei às pessoas como um livro fechado
minha vida seria um mistério do início ao fim de todas as relações que eu tivesse
e eu teria uma carapaça dura e enorme a minha volta
então assim nada me abalaria

depois de tanto me apresentar dessa maneira
ter um relato como aquele me deixou sem reação
e eu não soube explicar o porquê de toda aquela fraude
que eu me tornei naquele dia
pra mim mesma

de noite, me vi ainda pensando
como em poucos meses eu pude expor minha vida inteira
a alguém que não fez o mesmo
eu não vi passarem todas as informações que eu deixei passar
eu não medi as verdades e as tristezas que eu tive nessa vida
e ele ficou ali, só a escutar

agora venho trazer a verdade, o motivo
como de costume, por escrito em poema humilde
mas completamente real
lhe explico, meu amigo

encarei a verdade e ela me confessou
eu me sinto sozinha na maioria dos meus dias
e como não tenho paciência para muita gente
quando aparece alguém que eu consigo gostar
eu me alegro pela companhia

essa carapaça toda que eu jurei que tinha
eu não tenho
eu não tenho nem uma casca
nem aquelas que ficam no joelho quando a gente rala
eu sou pura pele, sensível
se assim é capaz de acreditar

eu não gosto de muita gente
mas eu gosto de conversar
e eu contei a minha vida, meu querido amigo
porque eu ainda tento entender tudo o que aconteceu

eu repito as mesmas histórias
digo tudo o que eu passei, tudo o que eu senti e ainda sinto
todas as saudades, todas as surpresas e todas as lições
repetidas vezes, para todos que eu gosto, mesmo que não peçam
sem eu nem perceber que fiz
porque simplesmente eu ainda não superei

tudo isso
eu ainda não deixei passar
e eu lhe conto porque é uma forma de afirmar que existiu
e por isso falo tanto

me perdoa a chuva de informações inúteis
sobre a minha vida, que nada tem de mais
é que o que eu tenho dentro de mim é difícil de lidar
e quando vem uma oportunidade, eu ponho tudo para fora
como quem grita por socorro e ninguém ouve

eu não quero que me salvem
eu quero que me ensinem a me salvar
em vez disso, todo mundo só acha curioso
como eu me apresento como um livro fechado
mas me abro mais que flor
já que é isso que me restou ser

Qualquer dia eu digo que te amo e aí eu quero ver

hoje a lua é cheia mais uma vez
e no meio da tarde
quando ela ainda estava pensando em aparecer
nos encontramos no mesmo ônibus

eu fingi que não
mas eu ouvi sua voz agradecendo ao motorista
logo assim que entrou
meu coração pulou de alegria
mas mantive meu olhar na página daquele livro
que eu não passava tinha mais de dez minutos

ninguém demora dez minutos para ler uma página de prólogo
mas lá mantive minha atenção até você me ver e sentar do meu lado
olhei pra você, que hoje vestiu branco
e conversamos o caminho todo

você me interrompeu diversas vezes durante a nossa conversa
para dizer tudo o que tinha pra dizer
com a maior certeza do mundo
de que tudo o que você acha que é a verdade suprema
é de fato a verdade suprema

e se espantou quando percebeu que a maioria dos jovens a nossa volta nunca escutou Secos e Molhados
eu lhe disse então que nunca tinha ouvido o Ney Matogrosso cantar
e você perplexo, se perguntou
“o que essas pessoas fazem da vida?”

meu amor, escute só
o mundo é enorme e
as pessoas não tem o mesmo modelo de vida maravilhosa que você tem
existem gostos e curiosidades diferentes das suas
existem milhões de universos inteiros além do seu

as pessoas que não escutam rock dos anos 70 não são alienadas
talvez você seja o alienado
achando que todo mundo deveria escutar o que você escuta
essas maravilhas antigas que o mundo nos ofereceu

você concordaria, mas só com a parte do seu modelo maravilhoso de vida
e foi então que percebi que estava errada
e no fundo eu sempre soube
nós não temos muito a ver

eu não gostei de Jorge Ben e você faltou cair para trás
não é meu estilo, meu amor, desculpa
eu não quero lhe decepcionar, mas não somos a mesma pessoa

deve ser por isso que eu quero saber cada dia mais sobre você
e sobre as coisas que quer fazer nessa vida
me mostra o que você ama, eu não sou obrigada a gostar ou não
eu só quero saber um pouquinho mais do que tem dentro desse coração
a minha aprovação não confirma se algo é bom
ainda mais sobre a sua vida tão maravilhosa

deve ser por isso que eu gosto tanto de tudo o que você faz
porque é completamente diferente de tudo o que todo mundo faz
e nada pode ser tão atraente nos dias de hoje
quanto ser você

por fim, você me disse que seu objetivo de vida é
influenciar as pessoas e fazer com que sejam todas menos falsas
eu perguntei como e você me disse que não tem nada a ver com poder
mas que não me diria o plano da sua vida

uma pena, meu amor
mas saiba que uma parte disso tudo você ainda vai conseguir
se continuar a desfilar o seu talento por aí
vai me fazer ser menos falsa e parar de negar na sua cara o quanto eu lhe quero

Para você, que sempre esteve comigo

você nunca foi descoberto
aqui, pelo menos nessa vida de quem escreve,
não foi sequer procurado

fez-se a vida e pronto:
olha ali o Fluminense!
já quase centenário, com história de duas vida para contar
bem do meu lado quando nasci

depois eu descobri que estava dentro de mim e não ao meu lado

eu não tive escolha
a dúvida de te querer para mim ou não não existiu
a gente combinava? como é que dá pra saber?

conforme a vida foi passando
eu descobri coisas novas e você sempre esteve ali
eu perdia o que eu mais gostava, e você ali
eu virei do avesso, e você ali
intacto, supremo como quem implica:
eu não vou sair daqui não

eu não queria, nunca quis
mas achava curioso como tudo podia mudar
e você, soberano, continuar comigo

eu te via (e ainda vejo) em todo canto da minha vida
todo evento e todo cômodo da casa
e algum dia eu me vi feliz por isso

e desde então me vejo feliz todos os dias
por ter dentro de mim um amor tão genuíno
ninguém me obrigou a te amar
mas esse sentimento não me deu outra escolha
a não ser tê-lo pra mim
sem consciência do que era e sem nem abrir os olhos ainda

seja lá o que isso for, eu amo
um amor de nascença assim, que nem pai e mãe, só podia ter sido você

obrigada por estar aqui sempre
mesmo quando tudo parece ser o fim do mundo várias vezes
obrigada por fazer parte de cada pedaço de mim
e obrigada por me fazer feliz todos os dias
quando acordo e lembro que existe

você é o grande amor dessa vida e
sendo assim, tenho o prazer e a honra de chamá-la de minha
fique sempre perto
se depender de mim, você continua enorme

Só se você quiser

Eu lhe disse o mundo não quer que a gente fique junto
e você não respondeu nada
sigo sendo sua
talvez cada dia mais até
que chegue o dia em que eu
comece a dizer a cada dia menos
por enquanto, você me tem
ou só se você quiser

Me mostra sua alma se rasga
se abre se dobra do avesso e
me mostra o quão lindo é ter
as suas ideias o seu talento
a sua inspiração e a sua vontade

Me grita os seus medos as suas
dúvidas os seus desejos mais
profundos os seus sonhos
mais inabaláveis e as coisas
que lhe fazem rir

Me toca me aperta me sente
me tenha na palma da sua mão na
ponta de cada um dos seus dedos
inclusive os do seu pé que também
conseguem ser bonitos e me fazem
desistir de tentar não sentir alguma
coisa por você

Me tenha no seu pensamento no seu
corpo no seu cheiro e no seu peito
que já deve ter recebido o carinho e
o cabelo de tantas mulheres que lhe
amaram e não duvido

Agora sou mais uma que entrou nessa
fila e não sabe quando chega a hora
ou quando vai embora eu não sei o que
eu faço se eu fujo ou se eu lhe espero
mesmo não sabendo se você vem se você
fica se você faz feliz se você consegue
gostar de mim o suficiente pra eu poder
dizer que não me arrependi de ter lhe
escrito palavras com o mais puro sentido
que existem em todo e qualquer lugar
quando você vem à mente

Canta toca escreve recita pra mim
a mais verdadeira história que você
já viveu e diz pra mim que foi pouco que
quer mais que ainda tem muito o que viver
na vida que você tem e tanto gosta

E então eu lhe digo que eu vou que
eu chego e mesmo que não seja o meu
estilo de vida o seu eu tento lhe
fazer bem da mesma maneira que você me
faz sendo tão pouco e muito tudo
isso ao mesmo tempo

Me indica os álbuns mais desconhecidos
desmerecidos e antigos que você gosta que
eu analiso eu finjo que eu sou uma intelectual
especialista em mpb e rock’n roll e digo pra
você que a Janis Joplin fazia muito barulho e
os Beatles eram carinhosos com as harmonias

A gente comenta Chico e Caetano e não é
maneira de falar é verdade mesmo me dá um
amor menos clichê
meu amor
senão eu digo que já me apaixonei

Hoje andamos lado a lado como quem faz isso há muito tempo

você me mostrou uma música sua
uma que eu não escutei por conta própria, sem você pedir
ela foi feita hoje, exatamente
e eu quando soube fiz questão de relembrar o seu talento

você botou para tocar
e num gesto tão natural, levou o celular rapidamente próximo a minha orelha
e se aproximou
e a música, como toda e qualquer obra de arte
mais uma vez fez seu papel e ligou almas
por pelo menos durante dez segundos, lá pras seis da tarde de uma segunda-feira

eu preciso confessar que não sabia nem a língua
que você cantava naquela gravação, no meio da fila da xerox
eu só ouvi os instrumentos por três segundos
e me perdi completamente quando meu olhar, antes no chão
foi subindo e encarou um quadros de avisos com fundo preto a nossa frente

ninguém nunca deve ter reparado
mas entre um papel de outro
entre um aviso de preços e anúncios de aluguéis
pela pequena parte entre os papeis
o vidro no fundo preto reflete a imagem de quem o vê

e às seis da tarde de uma segunda-feira
estávamos lá você
encarando o chão e balançando conforme a música
que saída do celular entre nossas cabeças
e eu
encarando aquele quadro como quem
visita um museu, olhando a mais linda
pintura de Picasso e lendo sobre a fase azul de sua vida

foi quando percebi o quanto você é maior que eu
o quanto nossas cabeças estavam próximas
que você já tinha desligado a música nova
e que a fila andava

fiz meia dúzia de perguntas
sobre a produção de menos de um dia
e acabamos com a conclusão
de que o Leonard Cohen era lento demais
e ninguém demora genuinamente 15 anos para escrever Hallelujah

você riu, eu achei óbvio
e pensei o quão bonito essa cena ficaria num quadro de avisos

Algum dia o mundo acaba

quem dera o fim do mundo fosse igual ao fim do dia
que beleza seria morrer, finalmente
mesmo que ninguém soubesse que o mundo estaria acabando
morrer em meio a explosões de cores
com certeza deve ser uma das formas mais bonitas de morrer

tudo se acabaria em laranja forte,
um amarelo ironicamente vivo e
nuances de rosa, talvez
se tivermos sorte, teremos
o resto do azul que sobrou
e quem sabe algum vermelho

as pessoas que assistem
o pôr do sol na pedra do arpoador
tirariam suas fotos sem saber
que aquela maravilha do Rio de Janeiro
seria o fim do universo

não seria desastroso?, eles perguntariam sem acreditar
e o sol responderia, aparentemente não
com toda a sua beleza

morreríamos quentes, esfriaríamos mais devagar
com a última lembrança sendo
a bola brilhante sumir vagarosamente
atrás do dois irmãos enquanto palmas são batidas
e os últimos sorrisos são tirados
da maneira mais genuína que a raça humana presenciou até então

imagine sorrir assistindo ao fim do mundo
é o máximo do alívio
de viver tanto um dia de cada vez
que não se preocupa mesmo em morrer

e ali, enfim
seria a hora de todo mundo
quando o céu perdesse as cores
e se tornasse um grande azul escuro
indo em direção ao preto eterno
sem ninguém mais aqui

então todos nós morreríamos juntos
e teríamos a beleza e a felicidade
de não sofrer por ninguém

sem barulho, sem explosão, sem destruição
só o apagar das luzes
para todos poderem finalmente dormir
com a paz de não saber
que não vai amanhecer nunca mais